segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

VIVENDO NOVAS EXPERIÊNCIAS COM DEUS





Traçamos para o ano de 2018, uma meta que é a de viver o novo de Deus a cada dia deste ano e aprendemos que para viver o novo, temos que tomar novas atitudes, das que vem sendo tomadas até hoje. Se nossas atitudes já são boas, temos que ir em busca da excelência se não não tão boas, temos que melhorá-las.

Para viver o novo de Deus estabelecemos como prioridade para a nossa vida, sete principios, que devem ser adotados por cada um de nós, que estaremos compartilhando, em algumas mensagens ministradas em nossa a igreja, que estamos disponibilizando para que voce possa adota-las também.  

Vamos a primeira mensagem, que nos remete a 4 princípios fundamentais para viver em novidade de vida:


INTRODUÇÃO
Às vezes estamos na igreja há muitos anos, conhecemos a Palavra de Deus em um bom nível, e quando somos desafiados a viver coisas novas com Deus, nos vem o pensamento se isto não é um exagero, ou um modismo, mas quero relembrar com vocês uma passagem que mostra que isto não é verdade, que temos muito ainda a aprender e a viver com Deus.
JO 1:1,4,5- 1 Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó. Era homem íntegro e reto, que temia a Deus e se desviava do mal.
4 Iam seus filhos à casa uns dos outros e faziam banquetes cada um por sua vez; e mandavam convidar as suas três irmãs para comerem e beberem com eles.
5 E sucedia que, tendo decorrido o turno de dias de seus banquetes, enviava Jó e os santificava; e, levantando-se de madrugada, oferecia holocaustos segundo o número de todos eles; pois dizia Jó: Talvez meus filhos tenham pecado, e blasfemado de Deus no seu coração. Assim o fazia Jó continuamente.
Veja que Jó era um homem espiritual, integro, como mostra a Palavra, alguém com compromisso com Deus, praticante de sua fé observado em várias passagens de seu livro
Mas mesmo sendo alguém que tinha compromisso com Deus, que tinha fé por ele por toda a família, Jó ainda não vivia toda as coisas que Deus tinha para ELE, não tinha tido ainda todas as experiências que o levassem a crescer na fé e conhecer melhor a Deus, a ponto de Deus leva-lo a uma experiência nova que o levou a reconhecer que ainda não conhecia tudo de Deus.
JÓ 42:5-5 Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te veem os meus olhos.
Em outra tradução diz: “Eu ti conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem”
Deus levou Jó a ter experiências mais profundas com ELE e deseja nos levar também a maiores experiências, a coisas novas neste ano.
Mas você pode estar se perguntando como posso experimentar isso?
É bem simples e só precisa de vontade e pratica do que a Palavra nos ensina
 SER ADORADOR  
Jó 1:20/21-20 Então Jó se levantou, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça e, lançando-se em terra, adorou;
21 e disse: Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor deu, e o Senhor tirou; bendito seja o nome do Senhor.
Todos nós já escutamos isso e pensamos que entendemos isso e que todos somos adoradores praticantes, porque entendemos que adorar é louva-los com músicas e palavras de reconhecimento, principalmente no culto, nas redes sociais, mas a verdadeira adoração e muito maior que isso.
Adorar a Deus é ALGO mais profundo que isso, é uma entrega, uma anulação de si mesmo em prol daquilo que é objeto de adoração, não é comportar-se como se nada estivesse errado, mas é mesmo em situações adversas manter nossa comunhão com o SENHOR, reconhecendo quem ELE é e quem somos.
Jó passava pelo pior momento de sua vida, perdeu seus filhos e filhas, suas posses, sua saúde, recebeu injustamente condenação de seus amigos e de sua mulher, mas mesmo assim reconheceu a Deus como SENHOR da sua vida.
JÓ 2:9-10-9 Então sua mulher lhe disse: Ainda reténs a tua integridade? Blasfema de Deus, e morre.
10 Mas ele lhe disse: Como fala qualquer doida, assim falas tu; receberemos de Deus o bem, e não receberemos o mal? Em tudo isso não pecou Jó com os seus lábios.
Jó adorou a Deus no pior momento de sua Vida. A adoração que nos leva a viver novas experiências com Deus.
2ª NÃO DEIXAR DE BUSCAR A DEUS
Jó 1:22-22 Em tudo isso Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.
Quando estamos desejos de vivermos novas experiências com Deus, o diabo também sabe, e por isso, ele se levanta tentando neutralizar a nossa busca.
Precisamos aprender a superar os obstáculos e não atribuir a Deus aquilo que acontece de ruim em nossas vidas, pelo contrário, precisamos usar as adversidades para nos aproximar ainda mais de Deus. 
Paulo entendia bem isso é mostrava que nada poderia separa-lo de Jesus
ROMANOS 8:35-39-35 quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
36 Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia todo; fomos considerados como ovelhas para o matadouro.
37 Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou.
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades,
39 nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
Muitos dos crentes modernos, ao passarem por um momento difícil deixam de busca-lo e adora-lo, mas se queremos experiências novas e profundas, temos que busca-lo em todo tempo e circunstância.
O SENHOR está à espera de pessoas que o busquem
SALMOS 14: 2 O Senhor olhou do céu para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento, que buscasse a Deus.
Somos exortados desta necessidade
SALMOS 105: 4 Buscai ao Senhor e a sua força; buscai a sua face continuamente.
E quem o busca recebe vida
AMÓS 5: 4 Pois assim diz o Senhor à casa de Israel: Buscai-me, e vivei.
Imagine a dor que Jó sentia, o desapontamento de se sentir alguém com uma fé que não conseguiu impedir tudo o que lhe aconteceu, mas mesmo assim diz a Palavra que Jó não pecou, não atribuiu a Deus falta alguma e continuou adorando a Deus.

 NUNCA DEIXE A INTEGRIDADE DA SUA FÉ. – 
Jó 2:8-10-8 E Jó, tomando um caco para com ele se raspar, sentou-se no meio da cinza.
9 Então sua mulher lhe disse: Ainda reténs a tua integridade? Blasfema de Deus, e morre.
10 Mas ele lhe disse: Como fala qualquer doida, assim falas tu; receberemos de Deus o bem, e não receberemos o mal? Em tudo isso não pecou Jó com os seus lábios.
Integridade vem do termo latim INTEGRITATE, que significa aquilo que não se fragmenta, não se divide, em nosso contexto de igreja ser integro quer dizer em: não ter uma face religiosa e outra profissional, não ter uma face religiosa e outra comercial, não ter uma face religiosa e outra estudantil, não ter uma face religiosa e outra Familiar, ou seja é você vivenciar sua espiritualidade e sua fé firmemente na igreja ou em qualquer lugar onde você esteja ou qualquer que seja a circunstancias.
Muitos querem ter experiências com Deus, mas acabam cedendo às tentações e propostas do diabo quando são pressionados.
Podemos ser íntegros em determinadas áreas enquanto em outras nãos e o que é pior não vermos problemas e agir assim. Esta é a situação de muitos que se dizem "EVANGÉLICOS" hoje. Há honestidade em alguns aspectos, mas em outros é melhor manter escondido o que fazem. A "INTEGRIDADE" é relativa e ocasional, ela depende de fatores, de oportunidades e de situações.
Muitos podem ser íntegros no aspecto financeiro mais imorais nos relacionamentos, fofoqueiros, invejosos, briguentos, barraqueiros... alguns podem ser íntegros em todas essas áreas que eu falei no entanto, não sabem ou não querem perdoar aos outros e portanto não são íntegros ao cristianismo verdadeiro pois que é baseado e fundamentado no perdão.
Só teremos novas experiências com Deus se formos íntegros como Jó que suportou todas as adversidades sem mudar em nada.
 JÓ TINHA UMA VISÃO ESPIRITUAL E NÃO TERRENA DAS COISAS –
Jó 19:25/26-25 Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
26 E depois de consumida esta minha pele, então fora da minha carne verei a Deus;
Jó sabia que apesar de tudo o que estava passando, havia um Deus que faria justiça a sua fé, a sua causa e as suas atitudes, mesmo perdendo coisas, Jó continuou fiel a Deus, porque tinha uma visão do Espiritual e não apenas material.
E esta é uma orientação de Paulo para nós, para não sucumbirmos ao erro
COLOSENSES 3: 2 Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
A VISÃO TERRENA DA VALOR a coisas que ao homem não convém, não são licitas, é imediatista e pensa exclusivamente no bem necessário a aquele momento e não no que causa a longo prazo, e uma visão que dá valor a vaidade e a cobiça
A visão terrena nos prende, sempre, no aqui e agora, nos impedindo de ver além.
Ficamos desta forma, presos naquilo que vemos, nos esquecendo de que este mundo é passageiro e nada do que tem aqui permanecerá.
I JOÃO 2:16-17- 16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo.

17 Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre.
A visão espiritual
Visão espiritual envolve ver além do mundo natural para o mundo espiritual. É compreender o divino propósito de Deus e reconhecer sua parte no plano Dele.

Crentes que estão espiritualmente “perecendo” estão em uma das seguintes categorias:

• Eles não têm visão espiritual.
• Eles receberam uma visão espiritual mas têm sido desobedientes a ela.
Eles têm uma visão, mas não sabem como cumpri-la. Eles têm tentado e falhado ou talvez nunca tenham tentado de fato.
Visão espiritual providencia uma clara imagem do que Deus quer que você faça e então dirige cada passo de sua vida cristã para realizar este objetivo.

A VISÃO DE PAULO

O apóstolo Paulo tinha visão espiritual. Ele disse: “...não fui desobediente à visão celestial” (Atos 26.19).
Pessoas que vivem apegadas com as coisas deste mundo, jamais conseguirão viver novas experiências com Deus.
Jó mesmo perdendo tudo, inclusive filhos e saúde, continuou fiel a Deus, porque ele tinha uma visão espiritual e não terrena.

CONCLUSÃO:
2018 o tema proposto para a nossa igreja é vivermos o novo de Deus, e creio que esta é a vontade de Deus para a nossa vida, para isso precisamos em primeiro lugar:
Desejar experimentar coisas novas, não importa o que fizemos até aqui;
Depois tomar algumas atitudes, tais como:
1.    Ser um adorador;
2.    Nunca deixar de buscar a Deus;
3.    Manter a integridade da fé;
Viver debaixo de uma visão espiritual do mundo e não terr

Nenhum comentário: